LOGIN

Com uma rede social

ou

CADASTRO

Com uma rede social

ou


ESQUECI MINHA SENHA

Digite seu e-mail cadastrado no sistema:

RESULTADO DE PESQUISA RESULTADO DE PESQUISA


Confira como foi o Líder 2030 Talks

 

 

No dia 27 de junho, a consultoria Ideia Sustentável realizou, no âmbito das atividades da Plataforma Liderança Sustentável, o Líder 2030 Talks, evento que reuniu 19 executivos de Sustentabilidade para discutir desafios e oportunidades da gestão do tema nas empresas. O encontro mobilizou mais de 300 convidados – entre gestores empresariais, especialistas e educadores – para a programação dividida em dois períodos, no Teatro Vivo, em São Paulo: de manhã, uma série de palestras sobre Gestão & Cultura, Planejamento Estratégico e Inovação; à tarde, a Arena Conexões, momento de interação, em que o público recomendou soluções para desafios apresentados por executivos de grandes companhias.

No primeiro bloco do evento, Linda Murasawa, superintendente de Sustentabilidade do Banco Santander, falou sobre os desafios de consolidar a sustentabilidade como um pilar para a tomada de decisões. Maike Rothenburg Mohr, gestora de Sustentabilidade da Unimed, dividiu com o público curiosidades sobre sua missão de alinhar mais de 300 cooperativas em torno de um mesmo conceito e visão de sustentabilidade. Juliana Nunes, executiva de Comunicação e Sustentabilidade, defendeu a importância da elaboração de relatórios de sustentabilidade e do alinhamento das atividades das companhias com os ODS para a gestão do tema nas empresas. Para finalizar o bloco, Daniela Gentil, gerente de Sustentabilidade na Ultragaz, compartilhou sua trajetória na empresa e uma conclusão a que chegou atuando na área: “Trabalhar com sustentabilidade é difícil, mas vale a pena, pois é um tema apaixonante, que gera não só crescimento profissional, mas também, pessoal”.

Em novo formato, Ricardo Voltolini realizou perguntas-provocação no intervalo de cada bloco, para saber quais aspectos da sustentabilidade eram mais abordados na rotina das empresas presentes na plateia do evento. As respostas eram dadas através de um votador e, em menos de um minuto, a porcentagem de cada opção aparecia no telão para cada convidado.

O segundo bloco do Líder 2030 Talks começou com Denise Hills, superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú, reforçou a relevância de se realizar nas empresas uma governança baseada nos valores da sustentabilidade. Pedro Massa, diretor de Valor Compartilhado da Coca-Cola Brasil, explicou como sustentabilidade gera maior valor competitivo e recomendou às empresas começarem a mudar o modelo tradicional de negócios de acordo com os valores da sustentabilidade. Em seguida, Luciana Alvarez, da Duratex, palestrou sobre a importância de alinhar a cultura empresarial com os valores da sustentabilidade. Já Luiz Rielli, gerente de Sustentabilidade do Grupo AES Brasil, detalhou os esforços da sua área para se adaptar ao novo modelo de negócio da empresa e ao contexto econômico atual do país. Para finalizar o bloco, Gleice Donini, gerente de Sustentabilidade da Cielo, comentou os desafios de mudar o olhar sobre a sustentabilidade nas empresas, habitualmente tratada como assunto periférico, e convertê-la em um pilar para o desenvolvimento das companhias.

Após mais uma pergunta-provocação, Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, iniciou o terceiro bloco afirmando: “quanto mais trabalharmos com sustentabilidade e inovação, maior será nosso potencial para alcançar resultados econômicos, sociais e ambientais”. Fernando Figueiredo, gerente de Sustentabilidade e Negócios Corporativos da Schneider Electric, explicou como a sustentabilidade tem sido incorporada pela companhia como uma estratégia para gerar novos negócios. Em seguida, David Canassa, gerente geral corporativo de Sustentabilidade do Grupo Votorantim, falou sobre as principais oportunidades de negócio que a sustentabilidade gerou para a companhia, como o Legado das Águas. Para finalizar o período da manhã, Ligia Camargo Herzog, gerente de Sustentabilidade da Danone Brasil, contou como a Danone trabalha para engajar os consumidores para um consumo mais consciente.

Todos os palestrantes foram representados e ilustrados por Paulo Caruso, grande chargista e cartunista brasileiro. Paulo deu um tom leve e lúdico ao evento, gerando gargalhadas em todos os convidados e palestrantes.

No período da tarde, na Arena Conexões, seis executivos de Sustentabilidade subiram ao palco para compartilhar cases de suas empresas e interagir com o público, que fez perguntas e, principalmente, recomendações aos participantes. Anaelse Oliveira, membro do Conselho de Sustentabilidade do Grupo Volvo-Brasil, contou como a empresa inseriu a sustentabilidade nas iniciativas de formação de executivos. João Zeni, gerente de Sustentabilidade da Telefonica | Vivo, falou sobre as relações entre inovação e sustentabilidade no setor de telecomunicações. Paulo Pianez, diretor de Sustentabilidade e Responsabilidade Social do Carrefour, explicou os desafios de incorporar na diversidade à estratégia e na cultura da empresa. Omar Rodrigues, coordenador de Sustentabilidade do Grupo Boticário, comentou o desafio de engajar lideranças nos valores da sustentabilidade. Em seguida, Vinicios Malfatti, gerente de Sustentabilidade da Lojas Renner, explicou como a sustentabilidade pode ser um diferencial competitivo para o varejo de moda. No último depoimento do evento, Andrea Matsui, gerente de Sustentabilidade da Ambev, apresentou o SAVEh (Sistema de Autoavaliação da Eficiência Hídrica), plataforma online que oferece conteúdo sobre gestão hídrica para qualquer empresa interessada no tema.

A consultoria Ideia Sustentável agora volta seus esforços para a realização do evento CEO com Propósito, que acontecerá em outubro.